CERTIFICADO 2019
Voltar

Participação da Enfermagem na política é tema de debate no 22º CBCEN

Profissionais que representam a Enfermagem em diversas casas legislativas do Brasil participaram do encontro

Os avanços da Enfermagem nas casas políticas brasileiras foi tema de debate ontem (13) durante o 22º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF). O evento é uma realização do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e acontece até hoje (14), em Foz do Iguaçu, no Paraná. 

Com mediação do conselheiro Federal Gilney Guerra a mesa, que contou com a participação de diversos enfermeiros e técnicos de Enfermagem com atuação política em estados e municípios brasileiros, traçou um panorama sobre a participação da Enfermagem nas casas legislativas e concluiu a necessidade de ampliar a ocupação de cargos legislativos e do Poder Executivo para que as pautas da profissão avancem no País.

Deputada estadual no Rio de Janeiro, Enfermeira Rejane (PCdoB/RJ) ressaltou as lutas históricas da categoria e destacou o desrespeito das casas legislativas com os projetos de lei que tratam de demandas específicas da Enfermagem. “O projeto que prevê a regulamentação da nossa jornada de trabalho em 30h, por exemplo, já tramita há 19 anos”, pontuou a deputada ao concordar com o deputado distrital Jorge Viana (PODEMOS/ DF). “Precisamos ocupar esse espaço que é onde as definições acontecem. Não podemos ficar insatisfeitos com a situação da profissão e não nos apropriarmos da política, que é onde o futuro é definido”, argumentou Jorge Viana.

O debate contou ainda com a participação dos prefeitos de Cristal (RS), Fábia Richter, e de Nova Tebas (PR), Clodoaldo Fernandes; da vereadora de Campo Grande (MS), Enfermeira Cida Amaral; do vereador de Macapá (AP), Rinaldo Martins; e do vereador de Juru (PB), Ivaldo Ferreira.